domingo, 29 de novembro de 2009

Dona Iracema.

Depois de mais um dos milhões de desentendimentos que eu já tive com a minha avó, pelo fato dela achar que eu nunca deveria ter me tornado músico. Resolvi, por fim, lhe dedicar uma música.
Mas desta vez é em ritmo de samba.

Dona Iracema,
Leva o mundo em volta na redoma
Leva as cartas de uma vida dura
Que nunca viu cor em sonhar

Dona Iracema,
Tem o olhar de uma gaivota
Que voa ágil, sem demora
Que me ensina a viver

Mas saiba
Que meu coração dispara
Quando perde a sua calma
Ao não ver coisas que ja lhe jurei

A minha vontade nunca se abala
Mas mesmo assim eu paro e tenho vontade de dizer

Acredita em mim
Não me abandona nessa solidão
É frio demais sem a sua atenção
Por apenas não me entender

Não se apavora
Com esse jeito doido
Doido pra valer
Que até hoje eu não consigo entender
Acredita no meu coração

Porque eu sei aonde vou chegar

De um modo estranho me abençoa
Me renova e me dá força
Pra que eu possa continuar

No final das contas
Sou eu é que agradeço
Esse jeitão
Autoritário meigo
De quem só sabe amar assim


Mas saiba
Que meu coração dispara
Quando perde a sua calma
Ao não ver coisas que ja lhe jurei

A minha vontade nunca se abala
Mas mesmo assim eu paro e tenho vontade de dizer

Acredita em mim
Não me abandona nessa solidão
É frio demais sem a sua atenção
Por apenas não me entender

Não se apavora
Com esse jeito doido
Doido pra valer
Que até hoje eu não consigo entender
Acredita no meu coração

Porque eu sei aonde vou chegar



Max Klein. 25 de Novembro 2009

3 comentários:

FCO disse...

Faz uma musica DOOONAAA IRAAACEEEMAAA (8)

Jéssica Rehder disse...

MUITO, mas MUITO LINDA mesmo!

Margarut/ SP disse...

Passados 3 anos muita coisa mudou na sua vida não é Max? A boa do momento "é o DSK, atravessando o tempo, vindo pra ficar" que tem um som inovador e canta "Sexo" e "Cara de Santa"; relendo este texto, que é letra de música, foi-me inevitável imaginar "Dona Iracema" versão DSK, como seria?
Revisito sempre seus textos e cada vez que o faço, percebo algo diferente... é mágico!!
Parabéns sempre!